Pular para o conteúdo principal

cavalo de pau - único


































































Comentários

  1. Eddy, que bom saber notícias suas. já faz um tempo que não nos vemos. Gostei muito dos seus trabalhos, quando podemos marcar uma visita ao seu espaço? Quando possava na BR e via o cachorro de 3 cabeças imaginava que era seu, mas não tinha certeza, muito bom. Veja um bom dia para te visitar, meus contatos: alexandrecostaf@uol.com.br e 81 86722201

    ResponderExcluir
  2. Cool! Me gusto los trabajar de usted.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosssssso! dá-lhe, Eddy!!!
    beijos, Cla.

    ResponderExcluir
  4. quanto q vc cobra para fazer um desses ai ou vender??
    José Paulo
    e-mail: jp_o_tata@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Eddy!!
    Muito belo o cavalo... Foi bom ver como começou... As fotos não peguei com painho ainda... Mas terminei ficando com o joelho roxo... Vê, se pode???
    Sds

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lira desatinado

nem delira destabanou-se ou sei lá logo cedo ? sei que o cuspe de tuas palavras avôa agoando corações sedentos que a multidão é uma sêde só do teu labor chove chuva chuveu chuveu a matadeira mata tua matraca traca salva de palmas! mambembe aqui acolá me faz rir palhaço me faz chorar

o cérbero no JC

Olha aí uma matéria sobre o Cérbero, que apareceu sábado no Jornal do Commercio de Recife, assinada por Pedro Romero.



POMBOS – Uma escultura tem chamado a atenção de quem passa pela BR-232, em Pombos, Agreste pernambucano. Não são poucos os que param para tirar fotos ao lado da figura de um cão de três cabeças, todo em ferro, com cerca de três metros de comprimento e 800 quilos. A peça retrata Cérbero, criatura da mitologia que guardava a entrada do Hades, reino subterrâneo dos mortos, deixando as almas entrarem, mas jamais saírem, e despedaçando os mortais que por lá se aventurassem. Da rodovia é possível ver enormes cavalos de madeira e outras esculturas feitas pelo artista Eddy Polo Lira, 46 anos, que vive e trabalha na Fazenda-ateliê Santa Clara.

A escultura do Cérbero foi feita há 12 anos e já ficou exposta no Recife e nas ruas da Praia de Pipa, no Rio Grande do Norte. “O interessante é que nenhum cavalo passa perto dele, eles se assustam”, diz Eddy Polo.

Uma das que se impressiona…